" />" />

Por Um Punhado de Spaghetti Westerns - PPSW

A Fistful of Spaghetti Westerns

Documento Post New Entry

Si Può Fare... Amigo - 1972

Posted by Henrique Sousa on July 7, 2017 at 11:35 PM

Assim é Que Se Faz, Amigo – 1972

Dirigido por Maurizio Lucidi


Quando comprei o dvd “Si Può Fare... Amigo”, corri para casa com uma enorme expectativa. O sorriso era de orelha a orelha, afinal, tratava-se de mais um filme com o grande Bud Spencer, e dessa vez, ao lado de outro grande do Spaghetti Western, Jack Palance. Ao colocar o disco no player, a primeira impressão foi a pior possível. É claro que alguns fatores contribuíram para isso, como por exemplo, a imagem chuviscada, desfocada, completamente sem definição, além de uma dublagem realmente ridícula. Isso, sem falar do formato de tela, quadrado, que mais parecia uma bolacha cream craker. Enfim, um conjunto da obra deveras desestimulante. Por conta disso acabei deixando o dvd guardado no acervo por um bom tempo, pois, nessas condições, sinceramente, não deu para assistir.

Recentemente, adquiri uma cópia desse filme, em outro nível de qualidade completamente diferente, e o que vi, realmente me surpreendeu. Aqui não temos um filme violento, no estilo “Django” ou “Por Um Punhado de Dólares”, mas o que o seguidor do gênero vai encontrar, diverte e agrada bastante. No filme o espectador verá Hiram Coburn (Bud Spencer), um homem desengonçado, que não usa armas, mas que é muito bom de briga. Também verá Rufus, o cavalo de Coburn, um fiel companheiro que demonstra ser muito mais esperto do que o próprio dono. Por outro lado temos Sonny Bronston (Jack Palance), um temível e infalível pistoleiro que caça o homem que supostamente “mexeu” com a sua irmã, e por conta disso, quer obrigá-lo a casar-se com ela, para depois matá-lo. Segundo ele, o casamento não devolveria a honra da sua irmã, mas com a morte do marido, ela seria uma viúva respeitada.

Um dos pontos altos do filme é o jovem ator Renato Cestiè, que interpreta Chip Anderson, o esperto garotinho lourinho da trama. Ele herda do tio uma casa velha e abandonada, que todos misteriosamente querem comprar, e que, no final, é onde se descobre um grande poço de petróleo. O casamento dentro da delegacia, com o noivo completamente amarrado, e obrigado a dizer “sim”, é hilariante, e lembra alguns fatos reais que acontecem até hoje em muitas cidades pequenas do interior. Pelo menos, acontecia com frequência, certamente. Aqui, o rude Hiram Coburn acaba sendo obrigado a se casar com a doce e meiga Mary Bronston (Dany Saval), que após o casamento, instantaneamente se transforma na mulher mais rabugenta e insuportável de todo o ciclo Spaghetti Western.

Além desses tópicos que mencionei, há inúmeros outros que fazem desse filme um bom entretenimento. É claro que não vou recomendar que o seguidor assista ao dvd nacional, pois, a julgar pelo que eu tenho, que é daqueles que as pessoas chamam de “original”, a qualidade, em todos os quesitos, é extraordinariamente decepcionante. É bem melhor procurar na net, para download, e depois, baixar a legenda. Quanto ao filme, grande atuação de Spencer e Palance. Está bem recomendado.


Categories: Resenhas

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments